Pesquisas Individuais e Coletivas

Conheça as pesquisas realizadas pelos petianos

Olá! Você quer conhecer mais sobre as pesquisas do PET?

Se o seu interesse é conhecer mais sobre as atividades voltadas para a parte acadêmica, você está no lugar certo! Aqui você encontra todas as pesquisas que estão sendo realizadas atualmente.

Desde o ingresso no PET, cada membro deve realizar uma pesquisa individual de duração mínima de 12 meses, a fim de proporcionar aos petianos aquisição de conhecimento técnico-científico, de ferramentas de pesquisa e de formação em metodologia científica. Após a primeira pesquisa individual, o petiano pode escolher entre começar uma nova ou apenas permanecer vinculado a pesquisas coletivas.

Para facilitar, clique no item que deseja abaixo!

loupe

Pesquisas Individuais

Breve descrição das pesquisas individuais dos atuais petianos

Grupos de sufixos e o vetor de LCP em tempo linear

Aluno: Cayo Phellipe Ramalho

Orientador: Felipe Alves da Louza

O principal objetivo deste projeto de pesquisa é estudar o algoritmo de construção de vetores de sufixos proposto por Baier e investigar alternativas para adicionar a construção do vetor de LCP durante a ordenação dos grupos de sufixos. Além disso, assuntos relacionados, como a construção de outras estruturas de dados, como a transformada de Burrows-Wheeler (BWT), durante o algoritmo proposto por Baier também serão investigados. Este projeto contribuirá com o avanço e desenvolvimento de novas soluções para a construção do vetor de LCP. Acreditamos que essas soluções apresentarão um bom desempenho e escalabilidade, caracterizando se como alternativas para tratar grandes volumes de dados.

Aplicação da realidade virtual na reabilitação de pacientes amputados que sofrem de síndrome do membro fantasma

Aluno: Conrado Neto

Orientador: Alexandre Cardoso

A síndrome do membro fantasma é uma condição neurofisiológica em que a amputação do membro não é reconhecida pelo cérebro, ocasionando dores intensas. Um tratamento já aplicado é a utilização do espelhamento para tratar essa condição. O objetivo dessa pesquisa é utilizar a realidade virtual na reabilitação desses pacientes e estudar a aplicação da realidade virtual aumentada para além do combate a dor, desenvolvendo um software que permita uma melhor sincronização do amputado com sua prótese.

Desenvolvimento de ferramentas para eletroencefalografia de alta definição

Aluna: Mariane Rodrigues Garcia

Orientadores: Alcimar Barbosa e Júlia Nepomuceno

A eletroencefalografia (EEG) é uma ferramenta não invasiva para capturar a dinâmica do cérebro no período de tempo em que os processos neuronais ocorrem. Embora o EEG seja amplamente utilizado no diagnóstico clínico e na pesquisa, esta técnica sofre de uma baixa resolução espacial, o que faz com que as aplicações de EEG não reconheçam a localização das fontes de corrente responsáveis pela atividade medida no couro cabeludo. Esta pesquisa tem como objetivo o desenvolvimento de ferramentas para o aprimoramento da resolução espacial do EEG para estudos de dinâmicas corticais.

Plataforma para validação e testagem de sensores neuromórficos

Aluno: Pedro Bessa

Orientadores: Alcimar Barbosa e Júlia Nepomuceno

A pesquisa é voltada para o desenvolvimento, modelagem e montagem de uma plataforma com controle computacional de velocidade horizontal e pressão constante para a validação e testagem de interface e sensores neuromórficos em diferentes texturas.

Aplicação da realidade virtual na reabilitação de pacientes amputados que sofrem de síndrome do membro fantasma

Aluna: Priscila Alves

Orientador: Alexandre Cardoso

A síndrome do membro fantasma é uma condição neurofisiológica em que a amputação do membro não é reconhecida pelo cérebro, ocasionando dores intensas. Um tratamento já aplicado é a utilização do espelhamento para tratar essa condição. O objetivo dessa pesquisa é utilizar a realidade virtual na reabilitação desses pacientes e estudar a aplicação da realidade virtual aumentada para além do combate a dor, desenvolvendo um software que permita uma melhor sincronização do amputado com sua prótese.

Principais eventos adversos relacionados à confiabilidade e avaliação metrológica de equipamentos eletromédicos

Aluno: Renata Moreira

Orientadora: Márcia Simbara

Tendo em vista a incipiência da cultura metrológica na área da saúde no Brasil, e considerando a escassez de informações relacionadas ao tema, como também, os riscos envolvidos na ausência de confiabilidade metrológica e avaliação dos requisitos nos EEM (Equipamentos Eletromédicos), o presente trabalho propõe, por meio de um estudo de caso, avaliar os principais eventos adversos relacionados à confiabilidade e avaliação metrológica de equipamentos eletromédicos. O trabalho buscará entender os principais eventos adversos associados às falhas em equipamentos eletromédicos, compreender os erros envolvidos em acidentes com pacientes, e elencar as principais consequências de uma avaliação metrológica inadequada ou ineficiente. Dependendo dos resultados obtidos, poderão ser propostas soluções/sugestões, principalmente considerando políticas adotadas internacionalmente.

Processamento e incorporação de imagens de microCT de arcabouços poliméricos em simulações numéricas para avaliação biológica na engenharia tecidual

Aluna: Thaís Barbosa Caetano Souza

Orientadora: Márcia Mayumi Omi Simbara
Coorientador: Ronny Calixto Carbonari

A engenharia tecidual apresenta grande potencial na reparação e substituição de tecidos lesados, no entanto, é necessário maior entendimento das diversas influências existentes sobre o comportamento celular e sobre a construção do neotecido. Nesse sentido, as simulações computacionais feitas com estruturas obtidas de dados, imagens e, portanto, com maior semelhança à realidade são capazes de prever os efeitos da geometria dos arcabouços e da aplicação de estímulos mecânicos, reduzindo os experimentos in vitro e os custos na fabricação. Assim, o objetivo deste trabalho é a elaboração de uma metodologia para a transformação de imagens de arcabouço obtidas com micro-CT em uma malha de elementos finitos, povoando-a, in silico, com células e com proteínas transmembranas. Ao final, serão avaliados os efeitos da porosidade dos arcabouços sobre a interação célula-arcabouço na aplicação de um estímulo mecânico.

A implantação de um serviço de Engenharia Clínica em um Estabelecimento Assistencial de Saúde

Aluna: Narrayanni Isabelly Santana

Orientadora: Selma Therezinha Milagre

O trabalho consiste na análise e avaliação da inserção de um serviço de Engenharia Clínica em um EAS com o objetivo de verificar a importância e a necessidade dessa área dentro de ambientes hospitalares com relação à organização do parque tecnológico de equipamentos médicos, visando a conservação, segurança e diminuição de custos com manutenções corretivas. A pesquisa acompanha desde o início da implantação até a consolidação do serviço.

Estudo sobre condições de cultura celular na engenharia tecidual de valvas cardíacas

Aluna: Nathalia Lopes

Orientadora: Márcia Simbara

As doenças valvares podem ser consideradas a próxima epidemia cardíaca, pois as válvulas suportam mais de 30 milhões de ciclos cardíacos por ano e muitos esforços biomecânicos para permitir a passagem do fluxo sanguíneo e a aórtica é uma das mais acometidas por estas disfunções. Em muitos casos, há a necessidade da substituição da válvula, podendo ser mecânica ou biológica. A engenharia tecidual, responsável pelos avanços tecnológicos como durabilidade e calcificação das próteses, através de scaffolds, que são uma espécie de suporte para o desenvolvimento e semeadura das células, que pode ser de válvulas descelularizadas ou biomateriais como os polímeros, permite que ocorra a regeneração celular e consequente sintetização de tecido após biodegradação do biomaterial, formando uma válvula funcional. Mas ainda há muito a evoluir, diante disso o estudo da cultura celular, objetivo desta pesquisa bibliográfica, é imprescindível para a recomendação de tipos celulares e definição das condições do meio de cultura in vitro para a engenharia tecidual de válvulas cardíacas.

Aplicação da realidade virtual na reabilitação de pacientes amputados que sofrem de síndrome do membro fantasma

Aluna: Priscila Alves

Orientador: Alexandre Cardoso

A síndrome do membro fantasma é uma condição neurofisiologica em que a amputação do membro não é reconhecida pelo cerebro, ocasionando dores intensas. Um tratamento já aplicado é a utilização do espelhamento para tratar essa condição.
O objetivo dessa pesquisa é utilizar a realidade virtual na reabilitação desses pacientes e estudar a aplicação da realidade virtual aumentada para além do combate a dor, desenvolver um software que permita uma melhor sincronização do amputado com sua prótese.

Elaboração de um guia para aquisição e processamento de imagens de microCT de arcabouços para engenharia tecidual

Aluna: Renata Moreira

Orientadora: Márcia Simbara

Arcabouços dão suporte inicial para as células, com o objetivo de substituir ou regenerar tecidos. Seus poros são importantes para a migração e crescimento celulares, e avaliar características como o tamanho e distribuição dos mesmos ajuda a entender o desempenho biológico do arcabouço e suas propriedades mecânicas. Há várias técnicas para caracterizar essas estruturas, mas muitas não são adequadas para todos os tipos de material. A técnica de microCT é considerada promissora, por ser não destrutiva e permitir a visualização do interior de diferentes tipos de amostra. A proposta desta pesquisa é desenvolver um guia que descreva o preparo de amostras, a operação do equipamento e processamento de imagens pós aquisição, para facilitar o desenvolvimento de trabalhos na área. 

loupe

Pesquisas Coletivas

Trabalhos publicados pelo PET em eventos científicos

Engenharia Biomédica no Brasil: Um Perfil dos Cursos de Graduação

Artigo publicado no CBEB 28/10/2020

Clique aqui para acessar o artigo na íntegra

A Engenharia Biomédica (EB) é uma área que engloba conhecimentos da engenharia e das ciências em saúde, com o propósito de aplicar mecanismos tecnológicos no aprimoramento da saúde humana. Considerando a existência de vários cursos de graduação de EB no Brasil, faz-se interessante compreender quais são os aspectos comuns e também as particularidades dos cursos ofertados. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo realizar uma análise comparativa das matrizes curriculares do curso de Engenharia Biomédica das Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil a fim de determinar as áreas em foco de cada instituição. Desta forma, realizou-se uma pesquisa exploratória no portal e-MEC e foram selecionadas dezoito IES para posterior coleta de informações sobre o curso. Em seguida, estes dados foram organizados e aplicados métodos estatísticos para extração de informações sobre o perfil e a forma de distribuição dos conteúdos específicos da EB nestas faculdades. Este estudo pode ser utilizado por estudantes que visam ingressar em cursos de EB, auxiliando na compreensão das estruturas curriculares gerais de diferentes instituições.

40993498_862470537475083_6947492050937839616_o

HOOK: Um Relato Sobre o Evento Realizado na Universidade Federal de Uberlândia

Artigo publicado no CBEB 28/10/2020

Clique aqui para acessar o artigo na íntegra

A competição HOOK – Desafio Capitão Gancho foi desenvolvida pelo PET Engenharia Biomédica com o intuito de proporcionar aos graduandos dos cursos de Engenharia novas formas de aprendizado, e de colocar em prática aquilo que foi visto na sala de aula. O desafio consiste em mover objetos em tarefas com objetivos distintos, utilizando um braço robótico controlado por sinais provenientes da eletromiografia ou sensores inerciais. O HOOK é um desafio inovador que leva a equipe competidora a testar a sua engenhosidade, seu conhecimento e sua capacidade de desenvolver soluções para os problemas que serão enfrentados durante a construção do braço robótico e das estratégias de controle necessárias.